O que são e como se formam as infiltrações?

O que são e como se formam as infiltrações?

O que são e como se formam as infiltrações?

Normalmente, as infiltrações possuem características evidentes como manchas, descascamento de tinta, revestimento e bolhas, ou seja, é a penetração da água nas paredes, através de fissuras/rachaduras que não foram impermeabilizados da maneira correta, gerando falhas na estrutura da construção.

Para resolver de fato tais danos, é preciso identificar a verdadeira origem da infiltração para que a sua manutenção seja realizada com mais agilidade, isto é, a estrutura poderá sofrer corrosão e degradação.

Quais são as principais causas?

Infiltrações provenientes da chuva

É comum que falhas e fissuras apareçam nas partes internas ou externas das paredes, que podem ocorrer devido às movimentações da estrutura e variações das fundações, podendo submeter a construção e quando isso acontece, o surgimento de infiltrações pode ser recorrente. O problema só será devidamente solucionado quando os danos forem reparados.

Lajes mal impermeabilizadas

Quando não é feita a impermeabilização de forma correta, a água (muitas vezes, resultante das chuvas ou de possíveis vazamentos), percorre e se instala na laje, podendo se manifestar nas vigas, chão e paredes.

Caso este seja o problema, é necessário realizar o processo de impermeabilização novamente, com profissionais especializados e com produtos e equipamentos específicos.

Impermeabilização da fundação

Geralmente, falhas na fundação são provenientes de uma execução de impermeabilização malfeita, afetando principalmente as vigas baldrames, que estão em contato direto com o solo e a umidade, onde em períodos chuvosos, a situação tende a piorar, já que o solo fica mais saturado e acentuado.

É recomendado estar atento à essas fases da construção, uma vez que a obra já está finalizada, a tentativa do seu reparo é mais complexa. 

Infiltrações por intempéries

Tecnicamente, a maioria das infiltrações surgem pela ação da chuva nas paredes, fachadas e telhado. Uma infiltração, é basicamente, uma brecha na vedação (encontrada pela água) e que se acumula em toda a infraestrutura do imóvel e para evita-las, algumas atitudes podem ser tomadas:

  • Manutenção periódica das telhas
  • No momento da construção, fazer o cálculo correto da inclinação do telhado
  • Instalar e inspecionar adequadamente calhas
  • Usar hidrofugantes nas fachadas

Principais indícios de infiltrações:

  • Rachaduras e trincas na superfície das paredes
  • Revestimento formando bolhas
  • Manchas, mofo
  • Caimento inapropriado do piso

Como evitar infiltrações?

  1. A impermeabilização, é sem dúvidas, o principal e mais importante processo durante a fase de construção.
  2. Realizar a manutenção das tubulações com frequência, é uma alternativa para evitar entupimentos e infiltrações.
  3. Procure sempre fazer uma rápida checagem e identificar possíveis pontos onde a água não tiver um escoamento correto, por exemplo: se o piso apresentar algum tipo de problema com umidade, a parede também terá.
  4. Nesses casos, ajustes e reparos na calçada, podem ser eficazes e auxiliarão a preservar a sua parede sem umidade e infiltração. 

Corrija os danos assim que forem detectados

Independente da origem da infiltração, a única solução eficiente é a impermeabilização, seja em paredes, teto ou chão, procure contratar empresas qualificadas e experientes no ramo de caça vazamentos de água, que saibam usar corretamente equipamentos e produtos exclusivos e específicos a fim de contornar a situação e manter a o imóvel seco e livre de infiltração.

Mantenha a conservação

Mesmo após a resolução por completo das infiltrações, a infraestrutura do edifício pode estar suscetível a esses impasses, ou seja, novas rachaduras podem surgir.

Portanto, é muito importante realizar uma fiscalização periódica, com o objetivo de detectar e corrigir rapidamente tais adversidades, antes que gerem infortúnios maiores.

Fonte: https://cacavazamentos.com.br